Cinquenta e sete ex-presidentes são homenageados em solenidade dos 165 anos da Câmara

Numa prestigiada solenidade, a Câmara Municipal de Ubá (CMU) comemorou em 17 de maio, 165 anos de sua instalação.  Diante de autoridades, convidados e familiares, 57 políticos que já presidiram o Parlamento Ubaense foram homenageados e os presentes receberam o Diploma de Mérito Legislativo, entregue pessoalmente a eles ou aos seus representantes, na maioria descendentes diretos.

A sessão solene foi instituída pela Lei Municipal nº 4.568, de 09 de julho de 2018, proveniente de projeto de autoria do vereador Pastor Darci Pires da Silva. O objetivo foi o de contribuir para o resgate, a compreensão e a valorização da trajetória da CMU como um organismo essencial à democracia. Além de motivar cada cidadão a se perceber como parte desta história e a participar ativamente da construção de seus próximos capítulos.

Convidados e homenageados foram recebidos com um variado repertório de músicas instrumentais tocadas pelo Quarteto de Cordas Apassionato, do Conservatório Estadual de Música Professor Theodolindo José Soares, de Visconde do Rio Branco.

O evento também foi abrilhantado pela Banda de Música do 21º Batalhão de Polícia Militar, que tocou o Hino Nacional Brasileiro e a música Aquarela do Brasil, sob a regência do 2º tenente PM, Emerson dos Santos.  E o Hino do Município de Ubá foi cantado pelo coral da Secretaria Municipal de Cultura, regido pelo maestro Wantuil Alexandre, acompanhado da tecladista e professora Tatiane Andrade.

A solenidade foi dirigida pelo presidente, vereador Jorge Custódio Gervásio. Além dele, compuseram a mesa o vice-presidente da Câmara Municipal de Ubá, vereador José Roberto Reis Filgueiras; o segundo-secretário, vereador Luis Carlos Teixeira Ribeiro; e os vereadores: Alexandre de Barros Mendes, Antero Gomes de Aguiar, Pastor Darci Pires da Silva, Edeir Pacheco da Costa, Gilson Fazolla Filgueiras, e Rosângela Maria Alfenas de Andrade.

Ainda compondo a Mesa Solene, estavam as seguintes autoridades: o prefeito Municipal de Ubá, Edson Teixeira Filho; a juíza de Direito do Foro de Ubá, Dra. Joyce Souza de Paula; a promotora representante do Ministério Público de Ubá, Dra. Thereza Rachel D’Ávila Riani Lana; o promotor de Justiça, Dr. Bruno Fernando Torres Lana; a coordenadora da Defensoria Pública da Comarca de Ubá, Dra. Paula Ávila Dantas Brunner; o delegado Regional de Polícia Civil de Ubá, Dr. Diego Candian Alves; o comandante do 21º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, tenente-coronel PM Giovani do Carmo Ramos; o sub-comandante da 3ª Companhia de Bombeiros Militar de Minas Gerais, 1º tenente BM Carlos Eduardo Guilarducci Fonseca; a vice-presidente da 30ª Subseção de Ubá da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Dra. Flávia Araújo Coelho; o vice-prefeito e prefeito em exercício de Guidoval, Sandro Moretti Alves de Lima; e o presidente da Câmara Municipal de Miraí, vereador Almir Alves. 

Pronunciamentos

O prefeito de Ubá, Edson Teixeira Filho, parabenizou os homenageados e ressaltou que ao se comemorar uma data tão significativa é imperioso lembrar tantas personalidades ubaenses que dignificaram esta Casa, contribuindo com suas experiências e inteligência para aprimorar leis, discutir temas de relevância para o município e a região, aliando caráter e respeito para melhor atender aos anseios da população ubaense.

Atual presidente da Câmara de Ubá, o vereador Jorge Custódio Gervásio destacou em seu discurso a importância da data. “Me sinto honrado em presidir esta solenidade, na qual eu e meus colegas vereadores e vereadoras prestamos uma homenagem aos que nos precederam, como parlamentares e ex-presidentes desta Casa. São homens e mulheres que fazem parte da nossa história. Uma história viva, que ainda estamos escrevendo. Pessoas que deram a sua contribuição para que Ubá se transformasse na cidade que é hoje. A todos eles, nosso aplauso e nosso reconhecimento. E nesta ocasião, renovamos nosso compromisso com a comunidade ubaense e convidamos a todos a acompanharem os trabalhos legislativos”.

História

A instalação do parlamento ubaense ocorreu no dia 12 de maio de 1854 e completa em 2019 seus 165 anos.  Àquela época, o município ainda não existia. O que havia era apenas a Villa de São Januário de Ubá, antes denominada Arraial. A emancipação política veio quase três anos depois da inauguração da Câmara, em 3 de julho de 1957. De lá até hoje, esta Casa teve 58 presidentes, contando com o atual, o vereador Jorge Custódio Gervásio. Além deles, centenas de vereadores também atuaram com afinco nesses 165 anos.

Os agraciados com o Diploma de Mérito Legislativo foram:

Coronel Antônio Januário Carneiro (1858); Francisco Januário Carneiro (1861); Laurindo Januário Carneiro (1868); José Justiniano Carneiro (1882); Dr. Carlos Peixoto de Melo (1869, 1872, 1878, 1889, e 1906 a 1912); Dr. Carlos Peixoto de Melo Filho (1896 e 1897); Manoel José Teixeira e Silva (1883, 1887 e 1905); tenente-coronel Luciano Dias de Andrade (1903); Levindo Eduardo Coelho (1916 a 1919, e de 1927 a 1928); Dr. Ângelo Moreira Barletta (1928 a 1930 e de 1947 a 1950); Dr. Manoel Lourenço de Azevedo (1951 a 1954 e de 1963 a 1964); Sebastião de Paula Baptista (1953); Dr. Antero Raymundo Gomes (1955 a 1958); Ibrahim Jacob (1959 a 1963); Hézio Geraldo de Andrade (1964 a 1966); Antônio Alfenas de Andrade (1966); Dr. Pedro Xavier Gonçalves (1967 a 1969); Dr. José Teixeira Pires (1971 a 1973); professora Oswaldina Peixoto Guimarães (1973 a 1977); professor José Bigonha Gazolla (1977 a 1979); Dr. Theófilo Lima Pinto (1979); José Guzella (1979 a 1981); Jarbas Domingues de Lanna (1981 a 1982); Agenor Pinto da Silva (1982 a 1983); Dr. Norton Antônio Fagundes Reis (1985 a 1987); José Januário Carneiro Neto (1987 a 1988); Dr. Miguel Poggiali Gasparoni (1989 a 1990); Wilian Fernandes Cabral (1991 a 1992); Luiz Tarcísio Peixoto Guimarães (1993 a 1994); Dr. Antônio Carlos Jacob (1995 a 1996); Geraldo Bicalho Calçado (1997 a 1998 e de 2001 a 2002); Dr. Itamar dos Santos (1999 a 2000); Rosângela Maria Alfenas de Andrade (de 2003 a 2004, 2011 a 2012, 2013 a 2014, e 2017 a 2018); Oswaldo Peixoto Guimarães ( 2005 a 2006); Dr. Maurício Valadão Reimão de Melo (2007 a 2008); Claudio Ponciano (2009 a 2010); e o professor Samuel Gazolla Lima (2015 a 2016).

A Câmara também prestou homenagem póstuma aos ex-presidentes: tenente-coronel Francisco de Assis Ataíde (1854), capitão José Joaquim do Nascimento (1857), Luiz Rodrigues Duarte (1861), major Ciríaco da Silva Castro (1861), Manoel Vieira de Andrade (1863), José Vieira Queiroz (1864), Dr. Galdino Alves do Banho (1865), tenente- coronel José Venâncio de Godoy (1865), João Alves de Araújo Rôças (1869, 1871 e 1873), Gregório Nazianzeno da Silva Botelho (1870), capitão João Batista da Silva (1873), Joaquim Antônio de Moura e Silva (1877), Luiz Gonçalves Fontes (1877 a 1883, 1894 a 1895), Dr. João Carlos de Araújo Moreira (1881 e 1891), comendador Antônio Gomes Pereira da Silva (1892 e 1896), coronel Carlos Brandão (1898 e 1903), farmacêutico José Tertuliano Aroeira (1904), Dr. Christiano de Araújo Rôças (1912 e 1914), tenente-coronel Pedro Xavier Pires (1914 e 1915), e Lincoln Rodrigues Costa (1983 a 1985).

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados