Nota de esclarecimento

A Câmara Municipal de Ubá torna pública a presente nota acerca do lamentável caso de comportamento inadequado durante a última reunião ordinária de segunda-feira, 1 de abril, realizada no plenário do Poder Legislativo, quando um cidadão se manifestou indevidamente na reunião. O ato realizado foi desrespeitoso e incompatível com o decoro que se espera de qualquer cidadão que assiste a reunião ordinária.

Na reunião enquanto uma convidada falava sobre o projeto de lei 019/19 ela foi interrompida pelas perguntas fora de contexto, feitas em tom de voz muito elevado, por um cidadão que estava no plenário. O presidente da Câmara Municipal de Ubá, vereador Jorge Custódio Gervásio, pediu silêncio em plenário e solicitou que a pessoa não se manifestasse. A ordem foi descumprida pelo homem que foi retirado do recinto.

Esta Casa Legislativa esclarece também que o Regimento Interno da Câmara Municipal de Ubá, em seu Artigo 34, diz que qualquer cidadão pode assistir as reuniões públicas, desde que se apresente decentemente vestido, guarde o silêncio, sem dar sinal de aplauso ou reprovação, sendo compelido a sair imediatamente do edifício, caso perturbe os trabalhos e não atenda à advertência do Presidente.  No Parágrafo Único do referido artigo reza que a Mesa da Câmara pode requisitar o auxílio de autoridade competente, quando entender necessário, para assegurar a ordem.

Além disso, a Câmara informa que está sempre aberta para ouvir a população, por isso, cada cidadão pode solicitar a sua participação na reunião popular, na primeira quarta-feira de cada mês. É necessário inscrever-se com 72 horas de antecedência, na sede do Poder Legislativo, na rua Santa Cruz, 301, Centro de Ubá.

O presidente da Câmara, vereador Jorge Custódio Gervásio, com apoio dos demais vereadores, já está tomando todas as providências legais voltadas para a segurança dos vereadores, servidores e população presente na Casa Legislativa. Esta medida de segurança já havia sendo pensada há alguns dias, devido aos últimos acontecimentos de violência no país.

 

 

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados